top of page
Buscar
  • Patrícia Oliveira

Festival do Meio do Outono - Zhōngqiū Jié中秋節


O outono é a estação da colheita, finda a coleta dos vegetais, as comunidades se reuniam em festa para agradecer os frutos recebidos.

O termo “meio do outono” (zhōngqiū 中秋) tem sua origem ainda na dinastia Shang (shāng商de 1600 a 1046 aEC) e uma das primeiras referências escritas está no Livro dos Ritos de Zhou (zhōulǐ周禮), escrito na Dinastia Zhou do Oeste (xīzhōu 西周 de 1046 a 771 aEC).

Várias lendas e tradições foram se somando ao Festival, como:

Chang E voa para a Lua (Cháng'é bènyuè 嫦娥奔月)


Essa é a lenda mais conhecida do Festival do Meio-Outono.

Dizem que antigamente existiam dez sóis no céu, que decidiram ir, todos juntos, para a Terra, o calor extremo dificultava a vida das pessoas, que tiveram de se esconder dentro das cavernas.

O herói Hòu Yì (后羿) resolveu o problema. Ele subiu ao topo da montanha sagrada Kunlun e, devido à sua grande força e seu potente arco, abateu nove dos dez sóis.

Hou Yi casou-se com uma mulher bonita e de bom coração chamada Cháng’é (嫦娥) e viviam uma vida feliz.

Um dia Hou Yi foi a Montanha Kunlun e encontrou a Rainha Mãe do Ocidente (Xīwángmǔ西王母) que o presenteou com um elixir da imortalidade que, se tomado, o ajudaria a subir imediatamente ao céu e a se tornar um deus.

Hou Yi levou para casa e pediu a Chang E que o guardasse.

Infelizmente, um vilão chamado Pengmeng soube disso, aproveitando enquanto Hou Yi estava caçando, invadiu sua casa e exigiu que Chang E entregasse o elixir. Em um momento de desespero, Chang E engoliu o elixir.

Imediatamente começou a subir aos Céus, mas relutante em deixar o marido, Cheng'e fez o possível para ficar no lugar mais próximo da terra, que é a lua.

Houyi sentia muita falta de Chang'e e, por isso, no dia de lua cheia colocava a comida que Chang'e gostava na mesa.

Mais tarde, esse costume foi seguido pelo povo que orava para a deusa Chang'e por boa sorte e gradualmente foi surgindo o Festival do Meio Outono.


O Coelho Imortal de Jade (Yuè Tù 月兔 ou YùTù 玉兔)


A história do coelho no Festival do Meio Outono relata que três imortais reencarnaram em três pobres idosos e pediram comida a uma raposa, um macaco e um coelho.

A raposa e o macaco deram comida aos imortais. No entanto, o coelho não tinha comida. Então ele disse aos imortais: "você pode me comer" e pulou no fogo.

Os imortais ficaram tão comovidos pelo coelho que o enviaram à lua para se tornar um coelho imortal de jade.

Desde então, o coelho de jade chinês mora no Palácio da Lua para acompanhar Chang E e fornecer o Elixir da Imortalidade para aqueles que viviam no céu.

Isso é "lenda do coelho na lua", também conhecida como "história do coelho de jade".


Bolinhos da Lua - yuèbǐng 月餅


Zhu Yuanzhang (朱元璋), fundador da Dinastia Ming 明 (1368 - 1644 dC), uniu as diferentes forças de resistência para derrubar a dinastia estrangeira Mongol (Yuan). No entanto, devido à vigilância rigorosa do governo, era muito difícil transmitir mensagens.

Mais tarde, o conselheiro Liu Bowen teve uma boa ideia de esconder mensagens com “surpresa na noite do dia do meio do outono” em bolos de lua e mandou enviá-las a diferentes forças de resistência.

A revolta acabou sendo muito bem-sucedida e Zhu ficou tão feliz que ele premiou seus súditos com bolos da lua no Festival do Meio do outono seguinte. Desde então, comer bolos da lua é um costume no Festival.


115 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


Post: Blog2_Post
bottom of page