top of page
Buscar
  • Patrícia Oliveira

Enxofre – Sulphur - 硫黃Líuhuáng


Lago de enxofre na Etiópia
https://www.agencija-oskar.si/pictures/etiopija-danakil-jezero-dallol-izviri1.jpg

Quimicamente o enxofre é classificado como um não metal, na família dos calcogênios, seu símbolo químico é S (derivado do nome em latim: sulphur). Sua forma inorgânica é toxica, diferente da forma orgânica.

O enxofre orgânico é um dos seis elementos mais presentes nos seres vivos (os CHONPS[1]); está presente nos aminoácidos cisteína, metionina, homocisteína e taurina, tiamina, biotina, ácido alfa-lipóico (ALA), coenzima A, glutationa (GSH), sulfato de condroitina, sulfato de glucosamina, fibrinogênio, heparina,, nas pontes de dissulfeto, que são responsáveis pela estabilização dos polipeptídios.

O uso do medicinal do enxofre é muito antigo e bastante controverso, sendo usado na alopatia, Homeopatia e Medicina Chinesa.


Antiguidade Ocidental


De Materia Medica
https://www.wdl.org/pt/item/10632/

Dioscórides


Do Enxofre Capítulo LXXXII


Faz-se por ter como excelentíssimo enxofre, o que por não haver experimentado o fogo, tem por nome apiros: o de cor relumbrante; o luzidio e muito transparente; e, finalmente, o limpo de pedrinhas. Porem daqueles que já passaram pelo fogo, aquele deve ser preferido aos outros, que se mostra verde e muito gorduroso. Gera-se grande quantidade dele em Melo[2] e em Lipara[3]. O enxofre, acima falado, aquece, revolve e amadurece com grande celeridade. Sorvendo em um ovo, e administrado em forma de incenso, serve aos que tossem e aos asmáticos, e aos que têm matéria congregadas no peito; ademais disso, com sua fumaça, arranca as criaturas do ventre. Mesclado com terebintina, debilita o alto, limpa as asperezas da pele, e extirpa as unhas debilitadas. Aplicado com vinagre, também a pele famosa é útil, e desfaz aos albarazos[4]. Aplicando-se com resina, sana as picadas de escorpiões; e com vinagre não só aquelas, ademais também a dos dragões marinhos[5]. Cessa o comedão que sai por todo o corpo, esfregando-se com ele ou com nitro[6] os membros. Pulverizado em quantidade de uma colher sobre a frente ou sorvido como um ovo cru, tem força de repugnar a icterícia, e é útil à sinusite e ao catarro. Deixado sobre o corpo seu pó, reprime o suor. Diluído com nitro, e com água, se aplica utilmente à gota. Sua fumaça recebida aos ouvidos por um caniço, sana a surdez. Revoga também sua fumaça a opressão da letargia. Estanca o Enxofre toda efusão de sangue, e incorporado com Mirra, e com vinho, sana as orelhas contusas e machucadas.


Na Medicina Chinesa


https://4.share.photo.xuite.net/pvvchoi/1491a79/9531612/417764765_m.jpg

石硫黃Shílíuhuáng

Categoria: Substância de uso externo (atual).

Sabor: Azedo e pungente

Temperatura: quente

Meridianos: Rim, Intestino Grosso, Pericárdio, Baço-pâncreas.

Ação: Alivia a toxidade; mata parasitos; para a coceira; tonifica o fogo do Mingmen e fortalece o Yang.

Contraindicações: Durante a gravidez; na deficiência de Yin com sinais de Calor. Tenha cuidado com o uso interno.

Uso terapêutico:

Acnes: combinado com 大簧Dà Huáng – radix et rizoma Rhei (Rheum palmatum).

Sarnas: combinado com 雄黃 Xióng Huáng - realgar (sulfeto de arsênico).

Assaduras: combinado com 雄黃 Xióng Huáng; 寒水石 Hán Shuǐ Shí – glauberitum (sulfato de cálcio e sódio - Na₂Ca(SO₄)₂); 樟腦Zhāngnǎo – camphora.


Homeopatia


Uma das grandes medicações homeopáticas, assim foi descrita por Samuel Hahnemann:

SULPHUR

(Flores de enxofre, Flores sulfuris, sublimadas em fina formas pontiagudas dentro de um recipiente, lavadas, agitadas em álcool, a fim de remover qualquer ácido que possa estar aderindo a elas.)

Embora o enxofre tenha sido empregado por muitos séculos, por pessoas médicas e não-médicas, na coceira de trabalhadores em lã, nenhum deles jamais observou que os efeitos benéficos que eles viam, de seu uso na erupção da coceira, eram afetados pelo enxofre. Semelhante a ação e homeopatia.

Na nota 673 do sintoma, apontei os sinais distintivos exatos dos fenômenos da coceira.

Os médicos curavam, também, algumas afecções hemorroidais com enxofre administradas de forma desleixada, sem suspeitar que tivessem (inconscientemente) efetuado curas homeopáticas; enquanto agravavam outras afecções do reto e do ânus, porque os sintomas por meio dos quais enxofre (veja 347, 348, 350 a 353, 366, 488 a 492) e Hepar sulfuris (ver 112, 113 - 129, 130, 181, 183, 184, 185, 187) podem curar apenas doenças naturais semelhantes homeopaticamente, eram desconhecidas deles; e também porque eles administravam doses muito grandes 0 5, 10, 20, 30 grãos de cada vez, ao passo que deveriam ter dado apenas 1/10000 de parte de um grão.

Embora a ideia não tivesse ocorrido a SCHMITJAN para prescrever enxofre em uma disenteria outonal, ainda assim os sintomas de enxofre e Hepar sulfuris sugeririam a todo verdadeiro médico empregá-los para combater o problemático tenesmo ocorrendo especialmente à noite em tais casos, por exemplo. estas substâncias produzem um afeto similar. Para este objeto uma dose de menos de 1 / 10.000 de um grão é necessária (um grão de flores de enxofre triturado por uma hora com 100 grãos de açúcar de leite, e um grão dessa mistura novamente triturado por uma hora com 100 grãos de leite açúcar).

O médico homeopático (que sozinho age em conformidade com as leis naturais) se encontrará com muitos estados mórbidos importantes para os quais descobrirá e esperará muita ajuda nos sintomas de enxofre e Hepar sulfuris.

O enxofre parece atuar nas menores doses por 16 a 20 dias e encontra seu antídoto na cânfora.


Alopatia/nutrição


O enxofre ainda hoje é um ingrediente em pomadas e sabões contra a acne, em xampus anticaspa, e como um antídoto para exposição aguda a material radioativo. Topicamente possui efeito queratolítico, embora possa induzir hiperqueratose ou acantose.

O emprego de enxofre orgânico é relatado tanto como antioxidante (empregado como suplemento alimentar), como medicação que atuará na recomposição da cartilagem nos processos de artrite.

Sulfatos de fontes alimentares e liberação endógena de aminoácidos sulfurados são usados para sintetizar a matriz de condroitina da cartilagem.

Os Tióis[7] plasmáticos inibem a oxidação do colesterol LDL, bem como ajudam a proteger os linfócitos CD4, auxiliando na reconstrução do sistema imunológico de pacientes com SIDA.

A metionina e a cisteína podem ser usadas para reduzir o estresse oxidativo dos atletas de alta performance.

Já o Sulfato de glicosamina é utilizado na prevenção e tratamento das osteoartrites, sendo questionado se o principal princípio ativo não seria o sulfato.

A glucationa possui as funções de desintoxicação de radicais livres e peróxidos, regulação do crescimento celular e da função proteica e manutenção da função imunológica.

O ácido alfa-lipólico desempenha um papel essencial nas reações mitocondriais desidrogenase, reduzindo o estresse oxidativo e retardando o envelhecimento precoce.

O Metilsulfonilmetano (MSM) é encontrado em alimentos, incluindo frutas, alfafa, milho, tomate, chá e café; Os usos relatados incluem o tratamento de condições como hiperacidez, parasitas, constipação, dor musculoesquelética, artrite, alergias e imunomodulação


Bibliografia


Dioscorides. Acerca de la Metéria Médica e de los venenos mortíferos. Anvers em casa de Juan Latio, 1555. Dispinível em: https://dl.wdl.org/10632/service/10632.pdf.

Miyamoto, Márcio. Fitoterapia Chinesa: Matéria Médica Chinesa Ilustrada – Um guia conciso. São Paulo: GTed. 2016

Noleto, Paulo & Xu Ling. Fitoterapia Chinesa: Matéria Médica. São Paulo: Ícone, 2009.

Parcell, Stephen W. Sulfur in human nutrition and applications in medicine. (Review: sulfur). Alternative Medicine Review. 7.1 (Feb. 2002): p22 .IN: https://go.galegroup.com/ps/i.do?p=AONE&sw=w&u=googlescholar&v=2.1&it=r&id=GALE%7CA83582816&sid=classroomWidget&asid=f76b7b9a

Shen Nong. Clássico da Matéria Médica de Shen Nong. São Paulo: EBMC, 2017.


Notas:

[1] CHONPS – é um acrônimo com os símbolos químicos do carbono (C), hidrogênio (H), oxigênio (O), nitrogênio (N), fósforo (P) e enxofre (S).


[2] Melo – localidade em Portugal (antiga Hispânia).


[3] Lipara – Localidade da Sicília, província de Messina, na Itália.


[4] Termo médico em desuso, enfermidade caracterizada por manchas brancas na pele e uma espécie de hanseníase.


[5] Espécies de peixes da família Scorpaenidae.


[6] Nitro do latim Nitrum – denominação de vários álcalis, na alquimia é o bórax (Na2[B4O5(OH)4]·8H2O)


[7] TIOL (plural TIÓIS) são compostos organossulfurados que contém um grupo -SH.


722 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page